Quinta do Gradil

A Quinta que pertenceu ao Marquês de Pombal

Quinta do Gradil

Igreja do Palácio da Quinta do Gradil

Não muito distante do sopé da vertente poente da Serra de Montejunto, entre Vilar e Martim Joanes, está instalada a Quinta do Gradil. Considerada uma das mais antigas, senão a mais antiga, herdade do concelho do Cadaval, a Quinta do Gradil tem uma forte tradição vitivinícola que se prolonga desde há séculos.

Palácio e Vinha da Quinta do Gradil

A propriedade é composta por uma capela nobre ornamentada por um torreão artísticamente decorado, um núcleo habitacional, uma adega e uma área agrícola de 200 hectares ocupados com produções vinícolas e frutícolas.

Salão da Quinta do Gradil - Palácio

A Quinta do Gradil foi adquirida, nos finais dos anos 90, pelos netos de António Gomes Vieira, precursor da tradição de vinhos na família desde 1945. Os novos proprietários iniciaram, em 2000, o processo de reconversão de toda a área de vinha primando por castas de maior qualidade.

Palácio e Vinha da Quinta do Gradil

A Quinta terá sido adquirida pelo Marquês de Pombal por ocasião do movimento que a partir de 1760 levou à ocupação de terras municipais, admitindo-se que já na altura contasse com o cultivo de vinha, factor que terá sido decisivo para o estadista que criou a Companhia das Vinhas do Alto Douro.

Salão da Quinta do Gradil - Palácio

Salão da Quinta do Gradil - Palácio

Salão da Quinta do Gradil - Palácio

Webdesign Megasites